-->

quarta-feira, 30 de abril de 2008

JES insiste na construção do novo estádio

Na cerimónia de tomada de posse dos novos órgãos sociais para o triénio 2008-2011, o presidente eleito continua a insistir que a construção de um novo estádio vai ser uma realidade.
"O novo Estádio não pode ser pensado em 2012. O Estádio Cidade de Coimbra é muito caro. Na altura, será um elefante branco, sem capacidade para se sustentar. Temos, pois, que construir um nosso, porque aquele não o é", afirmou, após a tomada de posse pelo novo presidente da Mesa da Assembleia Geral, Paulo Mota Pinto.
JES criticou também o actual estado de crise do futebol português, desafiando o representante da Liga, Ricardo Castanheira Neves, a adoptar oito medidas, que designou de "Programa de Salvação do Futebol Nacional".
O presidente defende que as medidas passam pela descida da taxa de IRS dos clubes para 30 por cento, pelo estudo do passivo dos 32 clubes profissionais, pelo cumprimento de orçamentos justos e equilibrados e multas para os não cumpridores, entre outras. Sugeriu também a figura do presidente honorário da Académica, propondo o ex-presidente da Mesa da Assembleia Geral, Almeida Santos, que aceitou o cargo.
JES apontou o ano de 2009 para a realização do Congresso da Académica e apelou à união de todos os associados, manifestando o desejo de continuar "o mito da Académica".

Bilhetes a 2,5€ para o derby



A Mancha Negra tem disponíveis os ingressos para o último jogo da BRIOSA em casa.
O preço é único de 5€ por 2 bilhetes.Qualquer pessia pode comprar e quantos quiser.
No último jogo da época em casa, vamos fazer mais uma festa a par da Queima das Fitas.
Os nossos rapazes merecem.


TODOS AO ESTÁDIO CIDADE DE COIMBRA


Académica vs Naval , Domingos ás 16h

Luís Aguiar é o melhor de Abril


Luís Aguiar foi eleito pelo Sindicato dos jogadores como o melhor jogador do mês de Abril.
Parece-me a mim um prémio justo para o Uruguaio emprestado pelo Porto.
Parabéns luís Aguiar

terça-feira, 29 de abril de 2008

Naval passa Académica

A Naval 1º de Maio da Figueira da Foz viu-lhe ser dada razão no caso Meyong.Assim os navalistas vão passar a ter 33 pontos.O Belenenses foi-lhe reduzido a pontuação,menos 6 pontos.

Assim a Naval ultrapassa a Briosa na tabela classificativa.Espero que esta situação motive ainda mais os nossos jogadores para que possamos ficar á frente da Naval no final da época.Pois duas épcoas seguidas atrás"deles" já é de mais.

A dor de cotovelo é tramada

Como é do conhecimento público, o cortejo da Queima das Fitas 2008 realiza-se no próximo domingo, dia 4 de Maio.Ontem, segunda-feira, dia 28 de Abril, a Académica enviou um fax à Naval 1.º de Maio solicitando a antecipação do encontro relativo à 29.ª jornada, marcado para as 16:00 do próximo domingo, para sábado, dia 3 de Maio, pelas 17:30.Sem qualquer razão ou fundamento, a Naval 1.º de Maio recusou o nosso pedido de antecipação, apesar de saber que o cortejo da Queima das Fitas é uma data muito especial para a cidade e para a Universidade.Hoje mesmo, dia 29 de Abril, enviámos um novo fax e após várias diligências telefónicas solicitámos à Naval 1.º de Maio que o encontro se disputasse segunda-feira, dia 5 de Maio, pelas 19:30.De forma que consideramos deselegante e pouco cordial, tendo em conta o relacionamento existente entre as Instituições, a Naval 1.º de Maio nem resposta deu ao nosso fax, inviabilizando, assim, a alteração da data do jogo.A única resposta, via telefone, de um funcionário foi a de que o Sr. Presidente da Naval 1.º de Maio não dava autorização a qualquer alteração.Fica o registo dessa atitude, que assim tornamos pública.

Coimbra, 29 de Abril de 2008

A Associação Académica de Coimbra Organismo Autónomo de FutebolA Direcção

in site oficial

Parece que a azia,dor de cotovelo,inveja,etc continuam bem vivos para os lados da Figueira da Foz.
Só me dá vontade de dizer ao Presidente da naval que NUNCA mas NUNCA mesmo o seu clubezeco chegará perto da IMPORTÂNCIA,DO PRESTÍGIO,DA ADMIRAÇÃO DA ACADÉMICA DE COIMBRA.
A resposta a esta completa falta de fair-play vai ter resposta dentro do campo.

FORÇA BRIOSA

Cris gosta de marcar ao Nacional


Em época de estreia na liga principal, depois de ter dado nas vistas no Feirense, da Liga Vitalis, Cris faz um balanço muito positivo do salto na carreira: «Para uma primeira vez, não está nada mau. Só não participei em cinco ou seis jogos até agora. Era meu desejo, como de qualquer jogador, chegar à divisão principal e as coisas têm-me corrido bem, felizmente. A adaptação foi boa, fui bem acolhido, e isso, sem dúvida, contribuiu para o meu sucesso. As diferenças entre um escalão e outro não são muitas, mas notam-se ao nível da qualidade. Na Liga Vitalis, há mais luta e trabalho, enquanto da BWIN Liga se joga melhor, com mais velocidade.»

Assegurada a manutenção, depois de um crescendo de forma (sete pontos nos últimos três jogos), à medida que a pressão começou a se desanuviar, a Académica pode, agora, pensar em progredir mais um pouco na tabela. «Já temos o nosso objectivo conseguido mas vamos continuar a trabalhar com seriedade e a defender a camisola, para tentarmos obter mais duas vitórias. Se pudermos ficar em 10º lugar [estão actualmente em 11º com menos um ponto do que o Nacional] ou mais acima, não enjeitaremos essa hipótese», promete Cris.

Nota: Cris foi uma grande surpresa. Veio da Liga Vitális com muito boas referencias, e assume-se como indiscutível da Briosa. Fundamental para a próxima época.

segunda-feira, 28 de abril de 2008

Domingos não quer a manutenção


Domingos Paciência era um homem feliz no final da partida da Choupana. O treinador da Briosa estava orgulhoso do seu trabalho e dos seus jogadores. O caso não é para menos, pois provaram a muita gente a sua valia e competência.
Questionado sobre a sua continuidade em Coimbra, Domingos afirmou que nada está decidido e que vai tentar chegar a um acordo com a direcção da Académica."Há vontade de ambas as partes em que eu continue mas vamos falar e tentar chegar a um acordo".Dizendo também,"Há que falar sobre algumas questões importantes".
Domingos afirmou também que a Académica é um clube especial e que merece mais que a manutenção, dizendo-se orgulhoso de trabalhar na Briosa.
Depois de ouvir as suas declarações, a primeira coisa que concluo é que Domingos Paciência só continuará em Coimbra se os objectivos da Direcção para a próxima época sejam mais que a manutenção.
A mim parece-me um objectivo lógico. Não digo que seja a ida á Europa, mas ficar entre os 8 primeiros já era bom.
Vamos ver se José Eduardo Simões tem os mesmos objectivos que o actual técnico da Académica.
Para já, é de consenso de todos os academistas que Domingos deve permanecer em Coimbra e na Académica.

domingo, 27 de abril de 2008

ACADÉMICA GARANTE A MANUTENÇÃO



A Académica goleou esta tarde o Nacional por 3-0 e assim garantiu a permanência no principal escalão do futebol Português.
Os golos foram marcaados por Cris(aos 6 e 27 minutos)
e por Edgar aos 74 minutos.

É tempo de festejar este objectivo mínimo e de preparar com calma a próxima temporada para que finalmente possamos jogar para algo mais que a permanência.









PARABÉNS ACADÉMICA

Tarde de decisões

Nacional 0 - 3 Académica


-Pedro Roma já aquece juntamente com Rui Nereu.
-O árbitro Vasco Santos também já aquece no relvado da Choupana. 15h34m
-A Académica aquece no relvado secundário. 15h36m
-A Briosa vai "alinhar"com:Pedro Roma,Berger,kaká,Orlando,Pedrinho,Cris,Nuno Piloto,Pedro Costa,Aguiar,lito e Miguel Pedro.

O Nacional com:Bracali,F.Cardozo,Patacas,R.Fernandes,Alonso,Felipe Lopes,Edson,Juliano,Juninho,Filipe Gabriel e Adriano.
-Pouco público na Choupana.

Começa o jogo.
GOOOOOOOOOOOOOOOLLLLLLOOOOOOOO DA ACADÉMICA
Golo de Cris a passe de Lito.
O Nacional tenta responder ao golo da Briosa,mas os homens de Coimbra estão a mostrar-se seguros a defender.
Pedrinho atira por cima completamente isolado aos 25 minutos.
GOOOOOOOOOLLLLLLLLLLLLLLOOOOOOOOOOOOO DA ACADÉMICA
GOLO DE CRIS.
Livre batido por Luís Aguiar e Cris aproveita o deslize de Bracali.
A Académica está cada vez mais perto da manutenção.

Recomeça a partida.

No Nacional entra Fábio Coentrão e Lipatin.
Bola na trave da baliza de Pedro Roma após um balão de Patacas.O sol terá traído o guardião da Briosa.
O Nacional aperta.
Cris quase faz o hattrick.
3 cantos consequtivos para o Nacional mas sem perigo.
Entra Tiero na Académica.
Entra Edgar para o lugar de Lito.
GOOOOOOOOOOOOLLLLLLLOOOOOOOOOOO DA ACADÉMICA
GOLO DE EDGAR.
A ACADÉMICA ESTÁ NA 1ª LIGA NA PRÓXIMA ÉPOCA.

Entra Ivanildo para o lugar de Miguel Pedro.

Naval 1 - 0 Boavista


-Os guarda-redes também aquecem ainda sem público nas bancadas.
-Entra a equipa do Boavista para o aquecimento. 15h33
-Entra a Naval....15h35m

Começa o jogo.
Cartão amarelo para Rissut por protestos aos 7 minutos.
Jogo sem oportunidades de golo.
Golo da Naval por Delfim.
Delfim expulso após ter visto do segunda amarelo.







U.Leiria 1 - 3 Leixões

Muita gente de Matosinhos em Leiria.

Golo do Leixões por Jorge Gonçalves.

Golo do Leiria na marcação de uma grande penalidade.Marcou Éder.



Recomeça a partida.

Leiria reduzido a 10 elementos por expulsão de Arvid.

GOLO do Leixões por Hugo Morais.

GOLO do Leixões por Castanheira.Um golaço.

O Leixões continua assim na luta a dois com o Paços de Ferreira.

O Leiria desce de divisão.

A manutenção joga-se aqui


Numa iniciativa verdadeiramente exclusiva do Central B,os nossos leitores terão a possibilidade de acompanhar aqui os jogos desta tarde nas contas da manutenção.
Iremos acompanhar os seguintes jogos:


Nacional - Académica

U.Leiria - Leixões

Naval - Boavista



Ligue-se ao Central B apartir das 15:30h.

sábado, 26 de abril de 2008

Académica x Nacional (convocados)

Para o jogo de Domingo frente ao Nacional, o técnico Domingos Paciência faz regressar Paulo Sérgio e Rui Nereu à lista de convocados.
Aqui está a lista dos 18 que vão garantir a manutenção na Madeira :) :

Guarda-redes: Pedro Roma e Rui Nereu.

Defesas: Pedrinho, Cléber Manttuy, Orlando, Kaká, Berger, Irineu e Pedro Costa.

Médios:Nuno Piloto, Tiero, Paulo Sérgio, Cris, Luís Aguiar e Miguel Pedro.

Avançados: Lito, Ivanildo e Edgar.

sexta-feira, 25 de abril de 2008

Paços perde em Braga

Sp.Braga 2 - 1 Paços de Ferreira
Este resultado vem dar uma boa ajuda psicológica aos nossos rapazes para que Domingo consigam a manutenção.

Domingos quer deixar de fazer contas*


«É um jogo importante, porque podemos alcançar a manutenção, frente a uma equipa sempre difícil. Temos de pontuar para deixarmos de fazer contas», frisou Domingos, no lançamento ao jogo de domingo, na Madeira.

O treinador dos “estudantes” revelou que a próxima época estar já a ser preparada «nalgumas situações, para não se trabalhar em cima do joelho», embora tenha garantido que ainda não renovou contrato com o clube.

«Caso o presidente [José Eduardo Simões] ganhasse, era pública a minha intenção de continuar, mas até ao momento ainda nada está assinado, nem acordo firmado. Sinto-me bem em Coimbra e havemos de chegar a acordo quando conversarmos», vaticinou.

*Abola

Pronto para repetir golo ao Nacional


Uma vitória frente ao Nacional, no domingo, no Estádio da Madeira poderá significar a permanência da Académica no escalão maior pelo sétimo ano consecutivo. Por isso, a conquista dos três pontos é a grande aposta do conjunto estudantil como assume Cris, que, na primeira volta, marcou o tento do triunfo academista: "Claro que não me importava de repetir o golo. Seria óptimo. Mas o mais importante é a vitória para garantirmos a permanência."

A atravessar um bom momento - como provam os quatro pontos obtidos diante de Benfica e Guimarães -, o camisola 17 entende que a Briosa terá pela frente um adversário com "uma boa equipa, bons jogadores e que troca bem a bola". De qualquer modo, Cris assegura que a Académica "está confiante e moralizada" e até podia, nesta altura, ter "a manutenção no papo". "Podíamos ter a permanência mais do que conseguida, não fossem alguns empates injustos", reforça.

Cris considera ter tido "uma boa adaptação" à Bwin Liga, facilitada pela forma como foi "bem acolhido" na cidade do Mondego e concorda com a ideia que desde que a equipa passou a utilizar o actual sistema táctico - 4x4x2 - "o futebol e os resultados melhoraram", até porque cada jogador "tem a noção perfeita dos espaços que tem a percorrer".


quinta-feira, 24 de abril de 2008

A dúvida de Domingos


Para o jogo de Domingo na Choupana, o treinador da Académica tem uma dor de cabeça, o lado esquerdo da defesa.
Vitor Vinha lesionado, Pedro Costa de fora, e Cléber condicionado.
Assim a minha aposta é em Markus Berger. Pedrinho deverá fazer o lado direito enquanto o Austríaco fará o lado esquerdo.

O que é que o leitor pensa?
Vote!

terça-feira, 22 de abril de 2008

Afinal quem é o bacalhau?


Pois é, lá diz o ditado que quem cospe para o ar......
É o que vai acontecer com Manuel Machado depois de ter chamado "bacalhau" aos jogadores da Briosa.
O ex-treinador do Braga talvez já se tenha arrependido do que disse, pois a frieza dos números mostram que a Briosa fabricou mais pontos sem o Sr. Lagosta como cozinheiro.
Vejamos:
Manuel Machado fez na primeira época em Coimbra 30 jogos para o campeonato e conquistou 26 pontos.
Pois Domingos Paciência fez até ao momento 24 jogos pela Briosa e conquistou 27 pontos. Ou seja, o actual técnico dos "estudantes"sem montar uma equipa desde o início, sem conhecer os jogadores, sem fazer uma pré-época e em menos jogos, fez mais pontos que Machado. E ainda faltam disputar mais 3 partidas,logo mais 9 pontos em disputa.
Ora bem, se isto não é competência anda lá muito perto.
Domingos pôs uma equipa a jogar bom futebol e a conquistar pontos, coisa que MM nunca conseguiu.

Perante isto,quem é o bacalhau nesta história?

domingo, 20 de abril de 2008

Ronda 27 - Análise


A 3 jornadas do final do campeonato as contas da manutenção estão quase todas na mesma. A Académica empatou na abertura da jornada 27 com o 2º classificado Vitória de Guimarães a zero bolas. Um resultado bom dado que uma semana antes a Briosa havia goleado na luz por 3-0.Este resultado deu outra tranquilidade á equipa e isso foi patente na 6ª feira.
O Paços de Ferreira perdeu uma excelente hipótese de aliviar as suas contas ao permitir a igualdade já nos descontos por parte da Naval. A equipa de José Mota podia aumentar a vantagem para o Leixões mas não foi além de um empate caseiro a duas bolas. A Naval deve sentir-se orgulhosa pois um ponto fora na luta pela manutenção é sempre bom, ainda para mais frente a um adversário directo. Atenção que os navalistas ainda podem descer de divisão.
O Leixões complicou a sua vida. Na recepção ao Estrela da Amadora os leixonenses apresentaram-se muito nervosos e não conseguiram levar de vencida uma equipa que procurou sobretudo não perder. Em caso de vitória os estrelistas alcançavam a matematicamente a permanência.Com o empate, estão muito perto de o conseguir.

Vejamos a tabela classificativa:

11. E. Amadora 29
12. Académica 28
13. Naval 27
14. P. Ferreira 24
15. Leixões 23
16. U. Leiria 12


A nossa BRIOSA mantém os 5 pontos de vantagem sobre a linha de água.A Briosa desloca-se para a semana até á Choupana num jogo que,em caso de vitória dos "estudantes",pode dar a permanência á Académica,caso Leixões ou Paços de Ferreira não ganhem os seus jogos.
O Leixões desloca-se até Leiria,enquanto os pacenses vão até Braga.

FORÇA BRIOSA!!!

Jogos dos aflitos

Resultados finais :
Paços de Ferreira 2 - 2 Naval

Leixões 0 - 0 Estrela da Amadora


Boavista 1 - 0 Nacional


Brevemente a análise da jornada.






sexta-feira, 18 de abril de 2008

Empate em jogo morno

Académica e Vitória de Guimarães proporcionaram um fraco espectáculo de futebol.As equipas subiram ao relvado com medo de perder o jogo e isso foi claro com o desenrolar do encontro.
Por lutar por outros objectivos talvez a formação minhota devesse arriscar mais,mas ao não o fazer mostrou respeito pela a Académica.
A BRIOSA procurava neste jogo a manutenção,que em caso de vitória hoje podia dar a tranquilidade.O Guimarães luta pela Liga dos Campeões,mas hoje fez um jogo fraco,desligado e sem a pressão que se podia esperar.
O jogo não teve portante grandes oportunidades de golo,excepção foi um cabecemanto á trva de Orlando ja perto do fim da partida.
O nulo aceita-se perfeitamente.

Domingos Paciência: repetiu o onze da luz e a equipa mostrou muita consistência em todos os processos.Não deu espaço ao adversário e isso valeu-lhe mais um ponto,que sendo contra o 2º classificado não deixa de ser positivo.

Pedro Henriques:Exibição discreta.Não teve influência no resultado mas teve medo de apitar faltas claras juntos ás áreas.Já lhe vimos fazer melhor.

As figuras:Berger.Foi quanto a mim uma boa surpresa.Embora tenha subido pouco,fez aquilo que se pede a um defesa.Defendeu bem dando á equipa muita estabilidade.Nuno Piloto fez também uma boa partida.

Nas bancadas:

Foram mais de 2 mil vitorianos(talvez 2500) que se deslocaram a Coimbra para apoiar a sua equipa.Goste-se ou não,eles deram um bom contributo para o espectáculo.Revelaram amor ao clube e fé numa vitória.Embora em grande número,o seu apoio foi decrescendo com o passar dos minutos acabando mesmo o jogo "caladinhos". Do lado da Académica,uma palavra de parabéns para a Mancha Negra que,embora tenha mandado"umas bocas"para o topo sul teve um apoio razoável.O sector esteve cheio e a alegria e boa disposição esteve sempre presente.


Campanhas com pouca adesão:
Confesso que fiquei desiludido com os 10.043 espectadores.Esperava mais. Sem pôr em causa a excelente ideia das campanhas,penso que estas deveriam ter sido feitas com mais antecedência.É claro que o tempo poderá ter tirado muita gente do estádio,mas mesmo assim foi pouco o número alcançado.Vejamos que 2500 adeptos eram forasteiros,logo apenas 7500 academistas presentes.Fazendo a comparação com os últimos jogos em casa,registou-se um aumeto de apenas 2500 adeptos,sendo que foram "dados" quase 4 mil ingressos.Ou seja,sucesso seria chegar aos 11 ou 12 mil espectadores.Os preços eram também muito baixos. Mas mesmo assim parabéns pela iniciativa.

A Académica segue agora com 28 pontos,mais 6 que Leixões e 7 sobre o Paços de Ferreira.
Para a semana,deslocação á Choupana.

quinta-feira, 17 de abril de 2008

Académica oferece bilhetes aos estudantes


Começa da melhor maneira o novo mandato de josé Eduardo Simões na Académica.
A Briosa oferece à DG-AAC 400 ingressos a todos os estudantes.Os ingressos poderão ser levantados na papelaria do edifício da DG-AAC até às 19:00 de sexta-feira e a cada estudante que apresente o respectivo cartão de aluno serão entregues dois bilhetes.

É na minha opinião uma EXCELENTE iniciativa que espero que se mantenha também para a próxima época.
Não tirando o mérito desta iniciativa penso que lançá-la só na véspera do jogo pode não surtir o efeito pretendido pois não dá muito tempo para passar a informação.
Ainda assim,parabéns Senhor Presidente.

quarta-feira, 16 de abril de 2008

Académica oferece 3000 bilhetes*


"A direcção da Académica vai oferecer 3000 bilhetes para o jogo da próxima sexta- feira frente ao Vitória de Guimarães, no Estádio Cidade
de Coimbra"

Os bilhetes vão ser distribuídos por todas as freguesias do concelho e aos clubes da Associação de Futebol de Coimbra.

Segundo o director de comunicação, Paulo Cardantas, o objectivo é levar mais pessoas ao estádio que, ao longo da época, tem tido pouca assistência nos jogos em casa.

O desafio com o Vitória de Guimarães, que defende o segundo lugar, está a ser bastante procurado pelos adeptos do Minho. Cerca de dois mil bilhetes foram já reservados pelos minhotos.

Sexta-feira, 18, a partir das 20h30, realiza-se o encontro entre a Briosa e o Vitória de Guimarães.

*A cabra

"Repetir a exibição da Luz na sexta-feira"


Na conferência de imprensa que antecede o jogo de sexta-feira contra o Vitória de Guimarães, Domingos pediu ao plantel a exibição realizada na Luz (3-0) e também pediu uma boa arbitragem.
"O que eu peço aos meus jogadores é que estejam ao nível do último jogo, contra o Benfica, para alcançarmos desde já a manutenção, numa fase crucial do campeonato", afirmou o treinador da Briosa.
Como "em equipa que ganha não se mexe", Domingos disse que não vai alterar nada: nem a equipa, nem o esquema táctico. Uma boa opção, já que deu frutos a estratégia definida.
Para este jogo, o central Irineu está recuperado ao contrário do que acontece com os médios Paulo Sérgio e Pavlovic, o defesa lateral Vítor Vinha e o avançado Joeano.
Domingos abordou também a arbitragem para este jogo. "Espero que não beneficie ninguém, mas se o fizer que o faça para o nosso lado, porque o (Vitória de) Guimarães foi-o nos últimos dois jogos (em Paços de Ferreira e na recepção ao Boavista)", concluiu o técnico academista.

terça-feira, 15 de abril de 2008

Promoção da Mancha Negra

Para o jogo de sexta-feira contra o Vitória de Guimarães, a Mancha Negra permite que o seus associados comprem um conjunto de 2 bilhetes com o preço de 5€. Para os não-sócios, o preço de cada bilhete será de 5€.

Pedro Henriques no Académica - Guimarães


O Senhor Pedro Henriques será o árbitro do Académica - Vitória de Guimarães.Todos nós esperamos que este militar faça uma boa arbitragem.

José Eduardo Simões é o novo Presidente


Foi uma noite verdadeiramente memorável para José Eduardo Simões.Não pelos números,mas sim porque ganhou em todas as frentes.Ganhou as votações para a Assembleia Geral(927 votos),Conselho Fiscal(888 votos),Conselho Académico(901 votos) e Direcção(937 votos).
Mesmo assim penso que João Francisco Campos e a sua lista se devem sentir orgulhosos dos seus trabalhos ,pois atingir resultados a cima dos 40% é verdadeiramente notável.Os sócios que votaram na lista D esperam agora uma oposição forte por parte de João Francisco Campos durante os próximos 3 anos na luta por uma Académica melhor mais perto daquilo que todos sonhamos ser a verdadeira Académica.
Dia 15 de Abril será o dia 0
Amanhã começa um novo ciclo na Briosa.Novo,porque todos os sócios que votaram hoje esperam uma Académica vencedora,uma Académica BRIOSA,mais perto dos seus sócios e sem mais manchas no seu nome.
Queremos uma Académica melhor que dos últimos anos,uma Académica capaz de mobilizar multidões,capaz de gerar paixões,capaz de honrar os seus pergaminhos,as suas memórias,os seus históricos.
Esperemos que os próximos 3 anos sejam repletos de vitórias não só no plano desportivo como também a nível financeiro e de valores que tanto nos caracterizam e diferenciam dos demais emblemas.
Queremos uma ACADÉMICA À ACADÉMICA!
RUC
A rádio que mais fala e sente a Académica teve hoje uma noite ímpar.Foi fantástico todo o trabalho que a equipa realizou para levar a todos os Academistas espalhados pelo país,pelo mundo,todas as informações destas eleições.
Os meus sinceros parabéns,continuem porque nós,sócios e simpatizantes,vamos continuar a contar com voçês.

Para finalizar,quero dizer que a partir de hoje José Eduardo Simões será o meu Presidente.
Parabéns Senhor Engenheiro,Parabéns Académica.

segunda-feira, 14 de abril de 2008

José Eduardo Simões ganha


Segundo a sondagem levada a cabo pela RUC,José Eduardo Simões renova o seu mandato por mais 3 anos.
Se o resultado final desta sondagem se confirmar o Centra B dá os Parabéns ao Eng.º José Eduardo Simões.
VIVA A ACADÉMICA!!!

É hoje o dia D



É hoje o dia por que tanto Académicos esperaram...Hoje os associados podem decidir o que querem para a nossa Instituição. Eu acredito numa Académica diferente para o futuro, uma Académica mais ambiciosa, sem os erros do passado.



Último apelo de João Francisco Campos:


"Agradeço a todos os que nos acompanharam e foram comparecendo na Sede e a
todos os sócios e personalidade que ao longo destas semanas nos deram
tanta força, incentivo e tanto apoio.

Não posso, no entanto, terminar sem deixar um apelo para que
Segunda-Feira dia 14 todos votem.

Segunda é o DIA D! ...É o dia da mudança na Académica. Mudança para a sua
verdadeira identidade e para aquilo que ela é e sempre foi. Uma
Instituição orgulhosa, diferente e de prestígio.

Conto consigo para impedir que a nossa Académica caia no abismo para onde
caminha."

Um académico abraço,

João Francisco Monteiro de Lencastre Campos

João Francisco Campos ganha sondagem Central B

É o fim da sondagem Central B.
João Francisco Campos ganhou com a maioria dos votos.
Será que acontecerá amanha o mesmo?

domingo, 13 de abril de 2008

Simões com azia abandona Antena 1


José Eduardo Simões esteve hoje uma atitude verdadeiramente vergonhosa.
A entrevista estava marcada para as 18h nos estúdios da Antena 1 em Coimbra. Acontece que Simões chegou atrasado e por isso a rádio teve de antecipar a entrevista com João Francisco Campo. Porque caso o senhor José Eduardo Simões não saiba, as estações de rádio têm compromissos e não podem estar á disposição do Senhor Presidente.
Como tal o actual Presidente da Académica abandonou a estação de rádio sobe o motivo de não ter gostado que o outro candidato tivesse sido entrevistado primeiro.
Mais uma vez este senhor manchou a imagem da Académica ao tomar esta atitude.Numa rádio com a audiência que tem a Antena 1,foi muito bonito que todo o País tivesse ouvido toda esta situação.José Eduardo Simões no seu melhor.
Eu só pergunto:
Caros Académicos, é este Presidente com estas atitudes, que querem para a Académica?

Votem em consciência.

Resumo de uma noite mágica

sábado, 12 de abril de 2008

Goleada faz esgotar jornais


Confesso que tive alguma dificuldade em comprar jornais desportivos hoje de manhã na baixa de Coimbra.Percorri alguns postos de venda mas a resposta foi quase sempre a mesma,"está esgotado".
Nada que me deixe triste porque afinal foi por bom motivo.
Estes são os efeitos repentinos de uma noite gloriosa para a Académica que cilindrou o Benfica por 3-0.
Um feito histórico que vai por certo ficar na memória de todos os que AMAM VERDADEIRAMENTE a GRANDE ACADÉMICA.

Sem palavras...

sexta-feira, 11 de abril de 2008

ACADÉMICA GOLEIA BENFICA 3-0


Que banho de bola a Académica deu hoje no estádio da Luz.
Que banho táctico o Domingos deu ao Chalana.
Nem estou em mim com esta vitória magnífica.
Caros leitores expressem a vossa alegria.

BENFICA 0 - 3 ACADÉMICA

BRIOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOSA

Uma ideia: vamos esperar a equipa para a felicitármos pela grande vitória??Era bonito.

Até me vieram as lágrimas!

Lista D -" A obra de José Eduardo Simões"


82 NOVOS JOGADORES
6 TREINADORES
EM APENAS 5 ANOS


(Desde Fevereiro de 2003, quando J.E.Simões assumiu funções de dirigente na AAC/OAF)


MÉDIA DE 16,4 NOVOS JOGADORES POR ÉPOCA


ÉPOCA 2003-2004 (Total =20)

ERA J.E.Simões DIRECTOR FINANCEIRO


Treinadores: Artur Jorge, Vítor Oliveira e J.C.Pereira

INÍCIO (15)

Fouhami
Pedro Henriques
Paulo Costa
José António
Filipe Alvim
Rodolfo
Dionathan
Wilton
Akos Buszakis
Cédric Fiston
Pedro Fontes
Fábio Felício
Chano
Delmer
«El Gato» Perez


JANEIRO DE 2004 (5)

ERA J.E.Simões PRESIDENTE INTERINO


Paulo Sérgio
Alexandre Fávaro
Joeano
Flávio Dias
Káká

ÉPOCA 2004/2005 ( Total =15)

ERA J.E.Simões PRESIDENTE


Treinadores: João Carlos Pereira e Nelo Vingada

INÍCIO (10)

Dani
Bruno Leite
Danilo
Vasco Faísca
William Soares
Ricardo Fernandes
Luciano
Rafael Gaúcho
Kenny Cooper
Clemente Beaud

JANEIRO 2005 (5)

Roberto Brum
Andrade
Kennedy
Hugo Leal
Marcel


ÉPOCA 2005/2006 (Total =11)

ERA J.E.Simões PRESIDENTE


Treinador: Nelo Vingada

INÍCIO (9)

Eduardo
Lira
Ezequias
Hugo Alcântara
Filipe Teixeira
Fernando
Zada
Rui Miguel
Gélson

JANEIRO 2006 (2)

Serjão
Ousmane N’Doye

ÉPOCA 2006/2007 (Total =17)

ERA J.E.Simões PRESIDENTE


Treinador: Manuel Machado


INÍCIO (15)

Douglas
Sonkaya
Lino
Litos
Medeiros
Kaká
Paulo Sérgio
Pavlovic
Alexandre
Hélder Barbosa
Miguel Pedro
Raul Estevez
Dame N’Doye
Nestor Alvarez
Gyano


JANEIRO 2007 (2)

Joeano
Cláudio Pittbull



ÉPOCA 2007/2008 (Total =19)

ERA J.E.Simões PRESIDENTE


Treinadores: Manuel Machado e Domingos Paciência

INÍCIO (14)

Ricardo
Rui Nereu
Pedro Costa
Orlando
Markus Berger
Tiero
Cris
Lito
Ivanildo
Fofana
Vouho
Peralta
Pablo Castro
Licá


JANEIRO 2008

Edgar
Luís Aguiar
Cléber
Irineu
Pedrinho


Período durante o qual J.E.Simões exerceu funções dirigentes: 5 anos

82 JOGADORES

MÉDIA DE 16,4 JOGADORES POR ANO

6 TREINADORES




JOGADORES QUE NÃO DISPUTARAM QUALQUER JOGO OFICIAL

PAULO COSTA
WILTON
BRUNO LEITE
PEDRO FONTES
CHANO
ALEXANDRE FÁVARO
WILLIAM SOARES
CLEMENT BEAUD
LICÁ
IRINEU
PABLO CASTRO

JOGADORES QUE ACTUARAM EM APENAS 5 JOGOS OU MENOS

FLÁVIO DIAS
KAKÁ
DANI
KENNY COOPER
EDUARDO
DOUGLAS
SONKAYA
SERJÃO
RAUL ESTEVEZ
RUI NEREU
VOUHO
PERALTA
PABLO CASTRO
LICÁ


TOTAL DE JOGADORES COM MENOS DE 5 JOGOS DISPUTADOS: 25



quinta-feira, 10 de abril de 2008

Lista E


(Clique para aumentar)


(Clique para aumentar)




Debate na Sic Noticias


Campos e Simões falam hoje na SIC
João Francisco Campos e José Eduardo Simões estarão hoje presentes na SIC Notícias, em formato de entrevista. Pelas 18H30, a Briosa será debatida com difusão nacional.
Depois da Ruc e do Rádio Clube, hoje é a vez da Sic Noticias.É uma derradeira oportunidade de ver em acção os dois candidatos.

A não perder...

Quo vadis Briosa?


José Eduardo Simões dixit ou as promessas que nunca passaram disso mesmo:

1) – REVISÃO ESTATUTÁRIA

Queremos proceder à revisão dos estatutos”, in Diário de Coimbra, 05-11-2004, ideia esta que foi reforçada por Almeida Santos, na qualidade de Presidente da Mesa da Assembleia-geral no dia da tomada de posse (14-01-2005), ao deixar o alerta de que era necessário rever os actuais estatutos que são “piores que maus, são péssimos. Têm lacunas e são confusos. Temos de dotar a Académica de estatutos condizentes com os seus pergaminhos”.

Abril de 2008 – A revisão estatutária, tão propalada dado o seu carácter urgente, permaneceu 3 anos na bruma. A Académica continua a ter uns estatutos que, no entender de Almeida Santos, não são condizentes com os seus pergaminhos, que têm lacunas e que não são cumpridos.

2) CRIAÇÃO DE UMA EMPRESA DE INVESTIMENTOS E PARTICIPAÇÕES QUE FACILITEM A AQUISIÇÃO DOS PASSES DOS JOGADORES

Temos de criar uma sociedade que seja capaz de substituir a Académica em algo que a Académica não consegue fazer, que é adquirir activos; essa sociedade pode ter o nome de Académica Investimentos e Participações Sociais”, in Diário de Coimbra, 05-11-2004, acrescentando mais tarde que “a criação de um fundo de investimento dedicado à aquisição de alguns jogadores prioritários que possam ser uma mais valia para o clube é para nós uma prioridade muito forte que queremos implementar a curto prazo”, in Despertar, 03-12-2004.

Abril de 2008 – Não só a direcção presidida por José Eduardo Simões não procedeu à criação de uma empresa de Investimentos e Participações como não rentabilizou activos. A Académica, desde 2003, procedeu à inscrição de 90 (!) jogadores, o que evidencia a total falta de critério ao nível da gestão desportiva, capacidade de identificar e rentabilizar talentos, assim como dotar a equipa de uma estrutura sólida, coerente, que confira um mínimo de identidade à equipa.

3) – AQUISIÇÃO DA SEDE DO PROCAC NOS ARCOS DO JARDIM (?)

Comprometo-me a adquirir para a Académica o edifício dos Arcos do Jardim, nas condições que forem acordadas com o Conselho de Administração do PROCAC, em Janeiro de 2005”, in As Beiras de 24-11-2004, aquando da apresentação da sua candidatura ao triénio subsequente.

Abril de 2008 – A aquisição tem vindo a sofrer permanentes adiamentos, que nos colocam perante a verdadeira questão: há mesmo interesse em proceder à respectiva aquisição? Três anos não foram suficientes para acordar com o Conselho de Administração do PROCAC os termos da alienação?

4) – CRIAÇÃO DA FUNDAÇÃO

“Precisamos de proceder à criação de uma Fundação em que todos os bens imobiliários possam ser concentrados para que não haja tentações de hipotecas e de venda desses activos”, in Despertar, 03-12-2004.

Trata-se de mais uma atoarda lançada em plena campanha eleitoral que não passou disso mesmo, sendo que o risco de hipotecas sobre os bens imobiliários e a “tentação” de venda desses mesmos bens, permanece viva, bem real e com razão de ser, dado o extraordinário aumento do passivo que se verificou nestes últimos 3 anos.

5) – O SURGIMENTO DO MUSEU DA ACADÉMICA

“Considero estratégico criar aquilo que seria o Museu do desporto de Coimbra, que seria uno, pois incluiria tudo o que está na AAC, nomeadamente a Taça de Portugal conquistada em 1939, todos os troféus e todo o historial que existe na OAF”, in Despertar, 03-12-2004, reforçando esta promessa ao dizer que “é minha intenção criar o Museu do Desporto Académico de Coimbra, reunindo no mesmo local todos os troféus que andam por aí espalhados e se possam relembrar nele os principais feitos, figuras, eventos e conquistas desde a fundação da Académica”, in As Beiras, 03-12-2004.

Abril de 2008 – A ideia de proceder à criação de um museu, que vinha de encontro aos anseios de muitos dos associados que sonham, ainda hoje, em poder estar em contacto com o espólio do clube no que aos troféus diz respeito, num espaço condigno e que reflicta a grandeza da Académica, não passou do papel e de mais uma tentativa de capitalizar junto dos sócios, que têm, actualmente, absoluta legitimidade de se sentirem defraudados e enganados em mais uma (vã) promessa eleitoralista. Os troféus permanecem, portanto, espalhados, ao desbarato, sem o mínimo de dignidade por aquilo que simbolizam, fazendo parte de um passado nobre que esta direcção teima em querer fazer esquecer, o que algo de insustentável para todo e qualquer adepto da Académica, que tem MEMÓRIA!

6) – PROSPECÇÃO E FORMAÇÃO DE NOVOS TALENTOS COM RECURSO A PROTOCOLOS COM CLUBES DA REGIÃO CENTRO, IN Expresso, 11-12-2004

Abril de 2008 – O único protocolo existente actualmente é com o Tourizense, clube que mantém uma parceria, a nível nacional, com o Futebol Clube do Porto. Quer isto dizer que, não só a Académica não desenvolveu parcerias com clubes a nível da região centro, sendo evidente a ausência de toda e qualquer base de prospecção e formação de novos talentos a esse nível, como também o único protocolo existente e em vigor, apenas tem por finalidade permitir alguma rodagem aos jovens jogadores que saem dos nossos escalões de formação, que vêem vedada a possibilidade de ascender ao plantel principal em virtude do grande número de estrangeiros e jogadores emprestados aí existentes, sendo emprestados ao clube de Touriz, onde, muitas vezes, caem no esquecimento em detrimento de outros, oriundos do clube com o qual o Tourizense mantém, verdadeiramente, uma relação de filiação: o Futebol clube do porto.

7) – REDUZIR O PASSIVO SEM COMPROMETER O ESFORÇO DE INVESTIMENTO

O passivo está hoje em sete milhões de euros”, in A Bola, 15-12-2004. Mais especificamente, e de acordo com o Relatório e Contas do 1.º semestre de 2004, o passivo ascendia então a 7.142.218,14 €. “ Com a minha direcção, a Académica passou a ser um clube viável e com as contas cristalinas”, in Diário as Beiras, 06-12-2004.

Abril de 2008 – O último relatório e contas evidencia que o passivo da Académica ascende actualmente a 10,5 milhões de euros, consubstanciando um aumento de 3,5 milhões de euros face ao triénio anterior. Significa isto que a gestão de José Eduardo Simões levou a Académica a aumentar o seu passivo em 50% (!) face a 2004, a uma média impressionante de 1 milhão de euros anuais.

A ideia do saneamento financeiro da Briosa é tanto mais falsa se tivermos em conta que as receitas aumentaram significativamente, conforme refere o próprio José Eduardo Simões: “Temos um conjunto de receitas certas, permanentes, que nos dão segurança, que será estável ao longo dos próximos anos e o que nós podemos fazer é continuar este caminho, de forma a contrariar as despesas e manter uma equipa muito competitiva”, in Despertar, 03-12-2004.

Portanto, impõe-se apenas uma conclusão: se o volume de receitas aumentou significativamente, se essas receitas foram permanentes e estáveis, e se o passivo aumentou extraordinariamente sem qualquer tipo de correspondência a nível desportivo, a direcção da Académica falhou num dos seus principais desígnios, comprometendo o futuro da Académica através de uma gestão ruinosa.

8) – ESTABILIZAR A PRESENÇA NA LIGA PRINCIPAL DE FUTEBOL E ACEDER ÀS COMPETIÇÕES EUROPEIAS

É possível chegar já esta época a uma classificação europeia”, declaração proferida no debate radiofónico na Antena 1, a 05-12-2004, in As Beiras, 06-12-2004

Abril de 2008 – A Briosa tem garantido a permanência no escalão maior do futebol, ciclicamente, na derradeira jornada dos vários campeonatos em que tem participado. O orçamento para a equipa de futebol profissional, para a época de 2007/2008 rondou os 4,6 milhões de euros, o sexto mais elevado da Liga Bwin. Apesar disso, a Briosa permanece nos últimos lugares da tabela classificativa, não conseguindo fazer face a clubes de menor dimensão, com orçamentos significativamente mais baixos, mas que logram lutar pelos lugares cimeiros. A Europa tem sido, com José Eduardo Simões, uma mera utopia ou miragem.

A nível de treinadores, passaram pela Académica Artur Jorge, Vitor Oliveira, João Carlos Pereira, Nelo Vingada, Manuel Machado, Domingos Paciência. Denominador comum? O facto de nenhum deles se ter imposto.

A nível de jogadores, foram apenas 90 os inscritos nos últimos 3 anos, o que evidencia tudo menos estabilidade. Falta de coerência na política de contratações, vendas de jogadores ao desbarato, falta de identidade.

9) – MINIMIZAR A POLÍTICA DE JOGADORES EMPRESTADOS

“Apenas em casos excepcionais recorreremos a jogadores emprestados”, declaração proferida no debate radiofónico na Antena 1, a 05-12-2004, in As Beiras, 06-12-2004.

Abril de 2008 – A Académica tem tido no seu plantel principal, em todas as épocas, um mínimo de quatro/cinco jogadores emprestados, o que perfaz praticamente metade do onze titular. Salvo raras excepções, têm sido jogadores de valor questionável, que nada vêm acrescentar em termos qualitativos à equipa e impedem que os (poucos) jogadores formados na Briosa possam singrar na equipa principal.

10) – IMPLEMENTAÇÃO DE UM MODELO DE JOGO

“Junto da Faculdade de Ciências do Desporto da Universidade de Coimbra estamos a trabalhar naquilo que será o modelo da Académica:a sistematização do modelo de jogo, pois com o mestre Cândido de Oliveira tínhamos um modelo definido e queremos voltar a ter um modelo próprio”, in A Bola, 15-12-2004.

Abril de 2008 – A Académica não tem hoje nenhum modelo de jogo definido, tendo vindo a descaracterizar o seu futebol, fruto das constantes entradas e saídas de treinadores e de jogadores, o que contribui para a total perda de identidade da equipa, bem patente no divórcio que se verifica entre o clube a os adeptos, cada vez mais ausentes do estádio.

11) – AUMENTAR O NÚMERO DE SÓCIOS PARA 30.000

“Queremos chegar aos 30.000 sócios”, in Campeão das Províncias, 27-01-2005.

Abril de 2008 – A realidade do clube, ao nível de sócios pagantes, á absolutamente desoladora, pois apenas pouco mais de 3.000 o são. Uma diferença abismal para o que havia sido prometido e que apenas vem comprovar que a massa adepta não se identifica com esta Académica, vindo progressivamente a distanciar-se dela.

11) – NOVAS VALÊNCIAS PARA O PAVILHÃO OAF

“O objectivo é dotar o pavilhão Jorge Anjinho de outras valências e conforto, passando a infra-estrutura a usufruir de habitações (estúdios), escritórios e serviços”, in Diário de Coimbra de 23-04-2005

Abril de 2008 – O pavilhão Jorge Anjinho não foi requalificado e continua à espera dessas mesmas valências, permanecendo esta como mais uma das muitas promessas não cumpridas por José Eduardo Simões.

12) – A CONCLUSÃO DA ACADEMIA BRIOSA XXI

A partir de Fevereiro (2005) irão ser instalados os relvados sintéticos e no início da próxima temporada (2005/2006), as camadas jovens estarão concentradas na Academia, e a aposta na formação vai ser ainda mais forte”, in O Jogo, 01-01-2005.

Abril de 2008 – Apenas quase três anos depois do previsto se concluiu o Centro Dr. Francisco Soares, com os custos inegáveis que isso teve, quer em termos financeiros como da própria equipa de futebol e formação. Em ternos de aposta na formação, os resultados são praticamente nulos. Os últimos jogadores que ascenderam dos escalões jovens foram Zé Castro, Nuno Piloto e Vítor Vinha, sendo que nos últimos 3 anos se assistiu a uma preocupante estagnação a esse nível.

13) – PROFISSIONAIS E EX-ATLETAS A ENSINAR JOVENS DA FORMAÇÃO

“Quero implementar que cada atleta sénior se responsabilizasse por outro da formação (…) e lhe explicasse o que é ser profissional”, in O Jogo, 02-01-2008

Abril de 2008 - Além de ter feito tábua rasa desta ideia, dificilmente a mesma seria exequível num executivo presidido por José Eduardo Simões, que acumulou tensões e más relações com ex-jogadores da casa:

O Fábio Felício fugiu e saiu de uma forma habilidosa para o Leiria(…);

Fui alertado um ano antes que o Zé Castro ia para o Atlético de Madrid(…); Dame desapareceu e de repente apareceu noutro clube (…);

Marcel nem treinar queria na Académica (…);

Lucas desmereceu o facto de ter sido capitão e de ter envergado a camisola da Académica (…);

Sérgio Conceição usou golpes baixos, próprios de pessoas sem princípios académicos ou sociais (…)”, in jornal O Jogo, 02-01 e 01-02 de 2008.

14) – UM NOVO ESTÁDIO

“O grande sonho é o novo estádio”, in O Jogo de 02-01-2008

Trata-se da última pérola de José Eduardo Simões. Não obstante o descontrole das contas, o aumento do passivo, a diminuição de sócios e a crise desportiva, o presidente da Académica entende que a prioridade passa pela construção de um novo estádio, que venha substituir o actual, num projecto megalómano e altamente lesivo dos interesses da Académica a curto, médio e longo prazo.


quarta-feira, 9 de abril de 2008

"Pressão sobre o árbitro pode dificultar o jogo"

Na conferência de imprensa antecedente ao jogo com o Benfica, o treinador da Académica alegou que o jogo poderá ser dificultado pela pressão a que o árbitro Paulo Baptista vai estar sujeito.
"O jogo em si já era difícil frente a uma equipa com outros objectivos que a nossa. Agora, com as declarações sobre arbitragem que têm surgido nos últimos dias, acredito que vai haver muita pressão sobre o árbitro do jogo. Só espero que haja um jogo transparente e limpo e que no fim o árbitro receba os parabéns de ambas as equipas pelo seu trabalho", afirmou o técnico.
Questionado sobre as afirmações de Luís Filipe Vieira sobre os "jogos viciados", Domingos disse que não acreditava nesses esquemas e não crucificava, como o presidente do Benfica, os árbitros como "ovelhas negras do futebol português".
Além das dificuldades que a equipa encarnada vai criar à Briosa, Domingos ainda tem mais problemas para o jogo de sexta-feira pois não pode contar com cinco jogadores: Irineu, Vítor Vinha, Joeano, Pavlovic e Paulo Sérgio (afinal não recuperou ao contrário do que tinha sido noticiado ontem).


Financeira

-Auditoria externa às contas

-Rigor na gestão dos 4 a 5 milhões de euros de receita fixa que são da Académica. (Contrato TBZ vigente por mais 7 anos; Vários contratos de patrocinadores encontram-se fechados por vários anos)

-Aposta e diversificação das áreas de negócio de forma a rentabilizar o património existente

-Profissionalização da gestão e imposição de objectivos no controlo e execução

-Angariar um patrocinador para o Futsal. -algo que até agora não foi feito ou explorado


Marketing e Comunicação


-Desenvolvimento de acções que potenciem o crescimento do número de associados e espectadores nos jogos

-Reformulação e reforço da comunicação institucional via Internet

Sócio Online; Loja virtual. Nova linha de merchandise e criação de uma publicação periódica gratuita para os sócios em acordo com a TBZ, de forma a solucionar a estagnação da marca

-Planos de intervenção de compromisso social e institucional por parte dos atletas com a comunidade e cidade


Jurídico

-Transparência para com os associados

-Informação sobre os contratos institucionais e profissionais que vinculam a Académica

-Rigor e profissionalismo nas avaliações e situações do foro legal e jurídico que envolvam a Instituição, tratando-as com o maior dedicação e competência


Formação

-Profissionalização da formação e prospecção. Sistema planificado de olheiros.

-Aposta na criação de uma rede regional de núcleos de formação de atletas

-Reforço do número de atletas oriundos da formação na equipa principal, cujo número de jogadores será reduzido para entre 16 a 18 atletas, sendo os restantes atletas que perfazem os 25, oriundos da formação

-Papel actívo dos ex-jogadores e Veteranos no dia-a-dia da Academia apoiando a formação pessoal dos jogadores enquanto Homens, incutindo-lhes o amor pela Instituição, e explicando o significado do emblema e o valor da camisola


Infra-estruturas

-Requalificar o pavilhão Jorge Anjinho com novas valências. (Ex. Creche, Centro de Dia, ATL, agência de viagens, Centro de Formação)

-Dotar a academia de condições para a realização de jogos oficiais das camadas jovens, transformando-a no “viveiro” da formação

-Adquirir a sede do PROCAC e requalifica-lo, fixando aí a Sede da Académica, criando salas para as Claques Mancha Negra e Fans e para o Núcleo de Veteranos, bem como um espaço de convívio para os associados


Futebol Profissional

-Plantel composto por 16 a 18 atletas com um núcleo duro estável e duradouro que permita a entrada de jogadores da formação

-Profissionalização da estrutura do Futsal e assumir a angariação, pela primeira vez de um patrocinador em exclusivo

-Criação de uma identidade desportiva, cujo modelo seja de referência aliando os valores históricos aos resultados desportivos com uma equipa técnica e profissional estável com um treinador de compromisso a um projecto de 3 anos

LISTA D - ACADÉMICA MERECE

CONFERENCIA DE IMPRENSA

Exmo.s Sr.s

A Lista D - Candidata à Direcção da AAC/OAF, vem por este meio convocar os
Sr.s jornalistas e respectivos órgãos de comunicação social, a estar
presentes hoje, Quarta-Feira 9 de Abril pelas 18h30m, na Sede de
Campanha, sita na Av. Sá da Bandeira, Edif. ACIC R/c, para uma CONFERÊNCIA
DE IMPRENSA.

O propósito é o aprofundamento de pontos do programa a apresentar nos
próximos dias, nomeadamente o Modelo de Gestão Financeira a implementar,
assim como a forma de gestão que propomos para a receita de 4,5m euros de
que a Académica dispõe actualmente, sendo mal geridos pela Administração
actual.

CONFERENCIA IMPRENSA - Quarta 9/4 -18h30m

Aproveitamos ainda esta mensagem para informar o próximo passo de agenda
de campanha, e pedir a comparência dos Sr.s no Workshop de Prospecção e
Formação, onde iremos também explicar a linha a seguir pela Lista neste
âmbito, estando presente como orador convidado, Almir Silva do Gabinete de
Prospecção do FC Porto.

WORKSHOP - Quinta 10/4 -18h30m

Agradecendo a sua atenção, despedimo-nos com os mais Académicos cumprimentos.

LISTA D

terça-feira, 8 de abril de 2008

Jornada 25 - Análise

Depois de um empate frente ao Setúbal,a nossa Académica não se pode queixar dos resultados alcançados pelos seus concorrentes directos.O único resultado negativo foi a vitória da Naval em Leiria.Vejamos os resultados:
Leiria 0 - 2 Naval
Leixões 1 - 2 Belenenses
F.C.Porto 6 - 0 Estrela da Amadora
Académica 0 - 0 Setúbal
Paços de ferreira 2 - 2 Vitória de Guimarães

Com estes resultados ficou quase tudo na mesma em termos de classificação,vejamos:
11 - E. Amadora 28
12 - Naval 26
13 - Académica 24
14 - Leixões 22
15 - P. Ferreira 20
16 - U. Leiria 9
Em relação à jornada 24 a Briosa manteve a margem pontual para o Paços de Ferreira,4 pontos(na prática são 5).Assim a Académica entra para as derradeiras 4 rondas com 4 pontos á maior sobre a turma de José Mota.

Será esta margem suficiente?

segunda-feira, 7 de abril de 2008

Edgar sente-se campeão e quer voltar ao FC Porto

O nº 26 da Académica, Edgar, afirmou que se sente campeão e manifestou o desejo de voltar à equipa azul e branca no final da época.
"É lógico que me sinto campeão, pois fui titular contra o Paços de Ferreira e fui suplente utilizado frente ao Leiria, Leixões e Boavista. O meu maior desejo é fazer o melhor possível na Académica para demonstrar o meu valor e poder voltar ao FC Porto", referiu o ponta de lança.
Edgar vai ter uma excelente oportunidade para realizar o seu desejo já que, infelizmente, Joeano lesionou-se gravemente e vai falhar o resto da época. "Infelizmente um companheiro nosso se machucou. Agora, a minha responsabilidade continua a mesma: ajudar a Académica a manter-se na Liga", sublinhou Edgol.
Lendo isto, esperemos que Edgar se esforce cada vez mais para alcançar a meta por ele traçada (quando chegou a Coimbra disse que queria marcar doze vezes) e que os seus golos ajudem a Briosa neste dificílimo fim de campeonato. Força Edgar!

Prognósticos Especial Eleições


Hoje entre as 21horas e as 24horas não podem perder o programa Prognósticos Especial Eleições OAF. Entrevista a todos os candidatos. O Comentador será João Amaral.

Escute em 107.9fm ou em www.ruc.pt.



Benfica vs Académica - Preço dos bilhetes


NOTA: Pessoas com idade inferior a 18 anos não pagam bilhete.Em Coimbra.....

sábado, 5 de abril de 2008

ÉPOCA ACABOU PARA JOEANO


Uma lesão grave contraída no decorrer do jogo deste sábado, com o V. Setúbal, impedirá Joeano de dar o contributo à equipa até final da temporada. Exames efectuados nos Hospitais da Universidade de Coimbra revelaram que o avançado sofreu uma fractura do perónio com rotura do ligamento e da cápsula da tibiotársica da perna esquerda. Ainda na noite deste sábado, o atleta foi sujeito a uma intervenção cirúrgica.Recorde-se que Joeano havia entrado para o lugar de Miguel Pedro aos 53 minutos, sendo substituído 10 minutos depois por Ivanildo.

in site oficial
Que péssima notícia.Esperemos que o Joeano recupere bem.

Assim não vamos lá

Académica e V. Setúbal empataram hoje a zero num jogo lento e pachorrento com poucas ocasiões de golo.
Em termos de estatística, a Académica foi melhor já que foi a equipa que criou mais oportunidades, embora sem grande sucesso (a eficácia desta equipa é zero!), sendo a mais perigosa feita por um fortíssimo remate de Luis Aguiar a 30 metros que Eduardo defendeu com muita dificuldade tendo agarrado à segunda.
O jogo foi praticamente de sentido único pois o que se via era a Académica a dominar e o V. Setúbal a defender o mais que podia (muito estranho para uma equipa que está em quarto lugar).
O que se pode concluir deste jogo? Que a Académica continua a não aproveitar os jogos em casa para vencer (depois de Belenenses e Boavista mais um empate) e que a situação pode-se agravar se Naval e Leixões vencerem pois a Briosa fica uma posição acima da linha de água. O que nos vale é que o Paços está fraco mas eles não vão "encostar" sempre.

sexta-feira, 4 de abril de 2008

Paços empata,Briosa tem que ganhar



O Paços de Ferreira empatou a duas bolas na recepção ao Vitória de Guimarães. Os homens da capital dos móveis chegaram ao empate aos 93 minutos por Wesley. Esta igualdade não deixa de ser um bom resultado para a Académica.
A nossa Briosa caso vença hoje o Setúbal pode ficar com uma distância da linha de água de 6 pontos que na prática são 7,devido ao confronto directo ser favorável aos "pretos".
Por isso pede-se concentração máxima á rapaziada ,um público barulhento no apoio á equipa e uma Mancha Negra no seu melhor nível.
O nosso apoio é fundamental rumo á vitória.
Não faltem á convocatória.
Sábado pelas 18:45h Académica vs Vitória de Setúbal

TODOS APOIAR A ACADÉMICA!!!

 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios